Ensino remoto de leitura

1914911670875227

Views: 102

Open Access

Copyright \u00A9 <YEAR> Authors. Published By Common Ground Research Networks.
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License(CC BY 4.0).

View License

Abstract

Este trabalho tem o objetivo de apresentar um relato de experiência de ensino de leitura em contexto remoto, que se baseou em atividade envolvendo interação em contexto digital com ênfase na observação de agrupamentos de gêneros (CAVALCANTE; MUNIZ-LIMA, 2022) no ecossistema Instagram. Entendendo interação como um processo de coconstrução de sentidos, que se dá entre interlocutores humanos e/ou não humanos e que sofre interferência de um conjunto de aspectos, como mídia, suporte, interatividade e sistemas semióticos (MUNIZ-LIMA, 2022), elaboramos e aplicamos uma atividade de leitura com três turmas de 3º ano do ensino médio do Instituto Federal de Santa Catarina, cujo objetivo foi o de construir postagens no feed do Instagram com base no conto “Nós matámos o cão Tinhoso”, de Luís Bernardo Honwana. Este relato de experiência apresenta uma reflexão teórica sob o escopo da Linguística Textual e da Análise do Discurso Digital seguida de análises interpretativas dos textos multissemióticos produzidos pelos estudantes. Como resultado, observamos que os discentes, ao elaborarem suas produções nativas digitais, puderam refletir sobre a natureza compósita desses tecnodiscursos (PAVEAU, 2021), sobre os usos de tecnopalavras (neste caso, as hashtags) como recurso intertextual e argumentativo, sobre as possibilidades advindas do tipo de suporte (MARCUSCHI, 2003) envolvido na interação e sobre o potencial das ferramentas da mídia de ampliar os níveis de interatividade relacionados ao controle do conteúdo, à sincronicidade e ao caráter dialogal no processo de construção de sentidos na mídia Instagram. Com este trabalho, pretendemos contribuir para disseminar estratégias exitosas de ensino de leitura realizadas durante o ensino remoto em tempos de pandemia e alinhadas às orientações da Base Nacional Comum Curricular (BNCC, 2017) no que diz respeito ao ensino e à aprendizagem com textos multimidiáticos e multimodais. Ainda, com este relato de experiência, esperamos ampliar as reflexões em torno da observação da interação em contexto digital e suas possibilidades tecnolinguageiras de construção de sentidos em sala de aula.